Ministro Fachin, a Favela chora de novo 1

Os dias tem sido maus. Ontem tinha 1 dia que havia enterrado meu irmão e como válvula de escape fui ao ato. Muita gente me julgou por isso. Não se sabe que na Favela transforma nosso luto em luta todos os dias, todas as horas. Tive acolhimento, tive amor entre as minhas os meus.

Já sabemos que subiu pra 28 os números no Jacarezinho e ainda temos alguns desaparecidos, já se sabe que muitos se renderam e foram executados. Ontem, eu tinha uma sensação de impotência em ir as ruas, mais uma vez pra gritar parem de nos matar.

Eu falo com a propriedade de quem participou da Audiência Pública da ADPF 635, eu não estava brincando quando disse ao Ministro daquela mais alta corte que nem ele e nem outro qualquer ministro/a daquela corte sabe o que passamos, nossas dores e nossos ombros tem o peso de carregar nossos mortes, que nunca terão suas portas arrombadas e sofreram qualquer tipo de xingamentos.

Não sei se o Ministro Edson Fachin entendeu o que falamos em 2 dias de audiência, porque o estado segue nos matando, seja por ter antecedente criminal, seja apenas por sermos favelados.

Sabe Ministro, uma mãezinha de 81 anos não conseguiu reconhecer seu filho porque teve seu rosto desfigurado por facadas, e sabe como vão sepultá-lo? Com uma foto no vidro do caixão pra que ela não saiba como se encontra seu filhinho. Não quero julgar a ninguém e nem devo tenho telhado de vidro.

Sabe Ministro, estou sendo atacada em minhas redes, chamada de “vagabunda, piranha de traficante, marmita de bandido” e pior, sendo, ameaçada por quem diz que sabe quem sou eu.

Eu sou uma Mulher Preta, sou Renata Trajano, co-fundadora do Coletivo Papo Reto , todxs já me conhecem.

O que é inadmissível é o silêncio do Ministério Público desse Estado, que ontem não tinha se quer um representante no ato. Sabe ministro as brechas que apresentam a ADPF 635 que permite que o estado em coletiva de imprensa de imprensa debocha da mais alta corte desse País.

Que parece uma nação sem governo, sem leis. Lei aqui só funciona pra Nós. Sabe Ministro Edson Fachin meu irmão, meu Mano Velho morreu de covid-19 porque quem governa essa nação não compra vacina pra vacinar seu povo.

Não temos líder nesse país chamado Brasil. Me dói tanto ter que estar a essa hora escrevendo um desabafo, pra ter paz comigo mesma. Serão 28 mães que estão sofrendo várias vezes na favela é assim. Morre, várias vezes. Até que possamos enterrar os nossos. Nosso território é sempre manchado por sangue preto.

Daqui a pouco o Estado esquece a corte maior desse país também. E nós seguimos juntando os cacos.
Chacina na Baixada, na periferia, nas favelas parece que já acostumamos a ser alvo.

1 Comment

Assine a nossa newsletter