Siga o FP nas redes sociais

Cultura

Universidade das Quebradas comemora 10 anos no Museu de Arte do Rio

Renato Silva

Publicado há

no dia

A Universidade das Quebradas produz conhecimento através do encontro e diálogo entre a comunidade acadêmica brasileira e produtores de cultura e artistas da periferia. Foto: Bira Soares / Universidade das Quebradas.

Foto: Bira Soares / Universidade das Quebradas.

A Universidade das Quebradas está celebrando uma década e para fazer valer a festa, vai promover, nos dias 06 e 07 de dezembro, o Seminário UQ 10 + 10, que tem como tema central os Direitos Humanos hoje e a perspectiva para os próximos 10 anos. O seminário acontece em parceria com o Museu de Arte do Rio e terá toda a programação gratuita, das 9h30 às 19h, nos dois dias. Você pode se inscrever até o meio dia de quinta-feira (05) clicando aqui.

A programação que o público vai contemplar nesses dias é composta pela diversidade cultural que o evento pede. Serão mais de 20 convidados, entre eles artistas, arte-educadores, produtores culturais, ativistas, educadores das periferias do Rio de Janeiro, articulando durante o evento: expressões artísticas; SaraUQ dos Direitos; Processos Coletivos da Criação e Subjetividades; Quebradas na Tela; Performances; e Apresentações Musicais.

O Seminário UQ 10+10 também terá sua carga especial de emoção, já que serão homenageados escritores, músicos e participantes que fizeram a diferença em vida e agora inspiram através de suas memórias, a exemplo do poeta e um dos criadores da FLUP (Festa Literária da Periferias) Ecio Salles e outros nomes que também deixaram suas marcas.

Entre tantos momentos aguardados durante a programação, também será apresentado o trailer do filme “Quebradas Inteiras”, sob a direção de Rozzi Brasil, diretora premiada no Cine PE 2019 com o curta “#Procuram-se Mulheres”, na categoria Melhor Edição de Som.


O trailer exibirá o impacto da UQ nas atividades dos integrantes que passaram por lá e a construção para o trabalho feito em seus territórios; apresentando um recorte com mulheres acima de 45 anos, que retornaram ou iniciaram seus estudos a partir da UQ.

A coordenadora geral da UQ, Heloisa Buarque de Hollanda, acredita que os 10 primeiros anos de experiências na relação academia-periferia trouxeram excelentes resultados para os dois lados. “Acho que tanto a periferia quanto a academia saíram mais ricas em conhecimento, afeto, linguagens, parcerias em redes e solidariedades do que quando começamos”, comenta Heloísa, que demonstra otimismo em relação aos planos para os próximos anos com tamanha experiência adquirida.

Acesse as redes sociais da Universidade das Quebradas e veja toda a programação do Seminário UQ 10+10.

Continue Reading

Assine nossa newsletter

LEIA TAMBÉM